Loading posts...
Uma aventura no Japão #1: Tóquio pela primeira vez
Ler

Uma aventura no Japão #1: Tóquio pela primeira vez

O Finisgeekis está de volta! Nas últimas semanas, eu e minha esposa, a Vivian, tivemos a oportunidade de realizar um grande sonho e conhecer de perto a Terra do Sol Nascente. Para dois otakus como nós, foi uma experiência como nenhuma outra. Estamos cansad...
Shinkai e “Kimi no Na Wa”: A ‘era dos otakus’ realmente terminou?
Ler

Shinkai e “Kimi no Na Wa”: A ‘era dos otakus’ realmente terminou?

  Há algo de podre no reino dos animes. Ou, pelo menos, é o que se diz por aí. Fãs de Makoto Shinkai, o celebrado diretor de 5 Centímetros por Segundo, devem saber que seu novo filme, Kimi no Na Wa, acaba de ser lançado no Japão. Alguns figurões da indú...
“Fune wo Amu”: o dicionário é mais do que um simples livro
Ler

“Fune wo Amu”: o dicionário é mais do que um simples livro

Eu me lembro de quando vi o Dicionário Houaiss pela primeira vez na vida. O ano era 2001, e eu, então com 10 anos, nunca havia visto um livro maior, mais bonito nem, provavelmente, mais caro. Ele acabara de ser lançado, e a banca de jornal em que eu ia toda...
Os animes são uma mídia para adultos? (Parte 2)
Ler

Os animes são uma mídia para adultos? (Parte 2)

Na semana passada, eu me reuni ao Fábio Godoy do Anime 21, Diego Gonçalves do É Só Um Desenho e Vitor Seta do Otaku Pós-Moderno para responder a uma pergunta que todos já ouvimos diversas vezes. Os animes que tanto curtimos são, de fato, um entretenimento p...
Os animes são uma mídia para adultos? (Parte 1)
Ler

Os animes são uma mídia para adultos? (Parte 1)

Para nós, otakus ocidentais, a pergunta parece absurda. Não é raro encontrar comentários de que a animação japonesa é o território para “mentes maduras”, uma luz no fim do túnel em meio à infantilidade grudenta de Hollywood. De fato, do nosso lado do Pacífico...
Um passeio pelo mundo das figures
Ler

Um passeio pelo mundo das figures

Quando pensamos em otakus, poucos símbolos são mais universais do que figures colecionáveis. Seja na realidade, seja na ficção, prateleiras cheias de miniaturas de plástico se tornaram a prova de que o anime, para seu dono, é mais do que um simples passatem...
“Koe no Katachi”: um novo olhar sobre o bullying
Ler

“Koe no Katachi”: um novo olhar sobre o bullying

Quem acompanha a cena de mangás já deve ter ouvido falar de uma pequena pérola que tem ganhado os holofotes nos últimos tempos. Koe no Katachi, conhecido em inglês como A Silent Voice, é um dos destaques mais badalados de memória recente. Originalmente um...
“O Silêncio”: a crueldade japonesa entre a história e a ficção
Ler

“O Silêncio”: a crueldade japonesa entre a história e a ficção

Fãs de Martin Scorsese sabem que 2016 é um ano para não esquecer. Silence, seu projeto pessoal em desenvolvimento desde 1991, cujo storyboard inspirou o cartaz da 39a Mostra de Cinema de São Paulo,  finalmente dará as caras ao grande público. Entusiastas de...
‘Kokosake’: o amargo alívio do escapismo
Ler

‘Kokosake’: o amargo alívio do escapismo

Uma garota vê o pai sair de um castelo ao lado de uma mulher. Ela transborda de alegria. O seu pai era um príncipe e estava escoltando uma donzela. Justo como ela suspeitava desde pequena! Animada, resolve compartilhar as novas durante o jantar. Se ela não ...
‘Joker Game’: lutando a guerra perdida no Japão dos anos 1930
Ler

‘Joker Game’: lutando a guerra perdida no Japão dos anos 1930

Em 1937, os japoneses montaram uma assalto contra Shanghai, na China. Sem explosivos, três soldados encheram um bambu com pólvora, acenderam um pavio e o jogaram próximo ao acampamento inimigo. Infelizmente, eles calcularam mal o raio de detonação, e a “bomba...