Loading posts...
“Fadó” e o que os games erram sobre mitologia
Ler

“Fadó” e o que os games erram sobre mitologia

17 de março. Dia de São Patrício. Em circunstâncias normais, essa seria a semana para sair a rua vestido de verde, celebrando o santo matador de serpentes que se tornou símbolo da Irlanda e da cultura de seu povo. Infelizmente, os dias que vivemos estão lon...
“To Your Eternity” é uma resposta à pergunta que move a humanidade
Ler

“To Your Eternity” é uma resposta à pergunta que move a humanidade

Quando li To Your Eternity pela primeira vez, nada me surpreendeu mais que saber que vinha da mesma pena que nos trouxe A Voz do Silêncio. O que levaria a autora de um mangá intimista sobre bullying decidir continuar seu sucesso com uma saga sobre o destin...
“O Tempo com Você”: Makoto Shinkai e nossos medos sobre o fim do mundo
Ler

“O Tempo com Você”: Makoto Shinkai e nossos medos sobre o fim do mundo

"Makoto Shinkai foi enaltecido por alguns como o "novo Miyazaki", mas esse elogio é prematuro na melhor das hipóteses, uma hipérbole na pior". Assim escreveu Theron Martin do ANN sobre 5 Centímetros por Segundo, então recém-lançado em DVD. "Se esse novo pro...
“Après L’Enfer”: a ficção nos salva – mas também pode nos condenar
Ler

“Après L’Enfer”: a ficção nos salva – mas também pode nos condenar

Pense em alguma personagem que admira e tente me dizer por que ela é importante para você. Certamente, não é só pelo fato de ter um belo uniforme ou ser interpretada por seu ator ou atriz favorito. Adoramos personagens fictícias porque elas nos dão forças. ...
Entre o dado e a pena: o futuro da narrativa nos roguelites
Ler

Entre o dado e a pena: o futuro da narrativa nos roguelites

Não é nenhum segredo que videogames são capazes de contar boas histórias. Todos que já passaram algum tempo atrás de um controle são capazes de se lembrar de um momento em que vibraram rm triunfo - ou se encolheram no chão, chocados pelo destino de personag...
4 maneiras como a música transforma nossa experiência com os games
Ler

4 maneiras como a música transforma nossa experiência com os games

Pense em algum jogo que tenha te emocionado, e é provável que não é apenas do gameplay que você se lembrará. Jogos têm muitos atrativos. Alguns deles só ganham vida com a batuta de um maestro. Às vezes, são músicas que fazem parte da mecânica, como as m...
“The Secret Commonwealth” e a era da pós-verdade
Ler

“The Secret Commonwealth” e a era da pós-verdade

"Pós-verdade" é o nome que alguns dão a uma falta de confiança em relação ao que é verdadeiro - ou mesmo, à ideia de que uma única "verdade" existe de fato. O termo foi eleito a palavra do ano de 2016 pelo dicionário Oxford da língua inglesa. A escolha disp...
3 coisas que games de estratégia erram sobre o passado – e 3 formas de consertá-las.
Ler

3 coisas que games de estratégia erram sobre o passado – e 3 formas de consertá-las.

Levante a mão quem nunca usou uma ovelha para explorar o mundo em Age of Empires 2. Ou "venceu" uma batalha em qualquer jogo Total War fugindo de seu inimigo até o tempo acabar. Jogos de estratégia podem representar o passado, mas é óbvio que não podem acer...
“A Polícia da Memória”: a censura – e como vencê-la.
Ler

“A Polícia da Memória”: a censura – e como vencê-la.

Eu havia pensado em começar esse texto com uma referência literária ou a menção de algum episódio vergonhoso do passado. Infelizmente, a realidade tem um talento para superar a ficção. E o presente, com suas incertezas e passos em falso, nos choca mais que ...
“The Night is Short, Walk on Girl”: O gênio eufórico (e aéreo) de Tomihiko Morimi
Ler

“The Night is Short, Walk on Girl”: O gênio eufórico (e aéreo) de Tomihiko Morimi

Primeiras impressões, diz o ditado, são as que ficam. E meu primeiro contato com Tomihiko Morimi, um dos “mais populares escritores contemporâneos do Japão” segundo quem entende do mercado, não foi positivo. Penguin Highway, sobre o qual escrevi aqui, passo...