As heroínas torturadas de Kore Yamazaki

 

Kore Yamazaki não é uma mangaká das mais conhecidas. Introspectiva, com apenas um título adaptado às telas, a autora bem poderia tocar uma vida pacata longe dos holofotes.

Poderia, se o título em questão não fosse Mahoutsukai no Yome. Sucesso editorial que lhe rendeu a fama no estrangeiro, a história de afeto entre um mago monstruoso e sua aprendiz repete a magia como um dos destaques da temporada.

Continuar lendo As heroínas torturadas de Kore Yamazaki

Pirataria: calamidade ou mal necessário?

anime dvds.jpg

Gerações vêm e vão. Fitas dão lugares a DVDs, que dão lugar a Blu Rays e arquivos digitais. Algumas questões, contudo, parecem eternas.

É o caso da pirataria. As batalhas sobre direitos autorais na cultura pop não parece dar sinais de arrefecer.  A “utopia” da internet  fez pouco para esfriar o debate. Enquanto que alguns serviços fizeram fortunas com o comércio legal de arte, outros desafiam a própria ideia de que criadores devem ser remunerados.

Continuar lendo Pirataria: calamidade ou mal necessário?

“A Cidade da Luz”: algumas coisas pertencem à escuridão

cidade da luz.png

Tasuku é um “acompanhante de suicidas”. Por um módico pagamento, ajuda pessoas que desejam se matar a planejar sua partida – e a não mudar de ideia na hora H.

Tasuku não parece ter remorsos. Pelo contrário, leva seu “trabalho” com uma frieza assassina.  Porém, o que faria se um de seus “clientes” fosse alguém que conhecesse?

Continuar lendo “A Cidade da Luz”: algumas coisas pertencem à escuridão

Afinal, qual é a graça de séries sobre comida?

Isekai-Shokudou.jpg

Um jovem e um velho estão sentados num balcão. A comida que pediram, duas tigelas de lamen, acaba de chegar.

Sensei” pergunta o jovem “O que se come primeiro? O caldo ou o macarrão? ”

Continuar lendo Afinal, qual é a graça de séries sobre comida?

“Mangás, Animes e a Psicologia”: veja o que rolou no lançamento

DSC_0109

Ontem foi lançado um dos livros mais importantes da animesfera brasileira. Escrito por pesquisadores da PUC e otakus de carteirinha (olhem só seu vestuário), Mangás, Animes e a Psicologia faz uma ponte entre a cultura pop japonesa e o universo da psicologia.

Tive o privilégio de entrevistar a organizadora do projeto, Professora Ivelise Fortim (cuja matéria vocês podem ler aqui). Porém, eu não iria deixar essa oportunidade passar batido, e aproveitei para prestigiar eu mesmo o lançamento.

Vejam só o que rolou:

Continuar lendo “Mangás, Animes e a Psicologia”: veja o que rolou no lançamento

‘Mangás, Animes e a Psicologia”: Entrevista com a Profa. Ivelise Fortim

mangas-animes-psicologia

Em março, a cena otaku brasileira terá uma surpresa.

Talvez você já tenha lido internet afora que estava para ser lançado um livro analisando mangás e animes sob a perspectiva da psicologia.

Ele se chama Mangás, Animes e a Psicologia e chega às prateleiras no próximo dia 15. Escrito por pesquisadores da PUC (e otakus de carteirinha), é uma tentativa de trazer discussões mais aprofundadas para aqueles que amam cultura pop japonesa.

Continuar lendo ‘Mangás, Animes e a Psicologia”: Entrevista com a Profa. Ivelise Fortim

Entendendo “Nijigahara Holograph”: Inio Asano e o ensemble cast

d4685738-475b-4056-9693-56eacc9e4295

Nijigahara Holograph, de Inio Asano, é um soco no estômago.

Com uma narrativa não-linear, temas pesados, usos e abusos do “show, don’t tell”, o mangá, que chegou ao Brasil recentemente, é um clássico cult de cair o queixo.

Para a mente acostumada a obras serializadas ou one-shots quadradinhos, é também uma história que nos faz sentar direito na cadeira, franzir o cenho e pensar:

O que, afinal, acabamos de ler?

Continuar lendo Entendendo “Nijigahara Holograph”: Inio Asano e o ensemble cast