Em destaque

Nothing Found

Postagens anteriores

“Jogador No. 1” e a vaidade da geração millennial
Ler

“Jogador No. 1” e a vaidade da geração millennial

Um jovem guerreiro encontra uma terra paradisíaca. Aqui, não há velhice, fome ou pobreza. Ele pode ser quem ele quiser, ao lado da mulher de seus sonhos. Um mundo perfeito. Um dia, no entanto, ele descobre que a perfeição cansa. Começa a sentir saudade do mun...
“A Cidade da Luz”: algumas coisas pertencem à escuridão
Ler

“A Cidade da Luz”: algumas coisas pertencem à escuridão

Tasuku é um "acompanhante de suicidas". Por um módico pagamento, ajuda pessoas que desejam se matar a planejar sua partida – e a não mudar de ideia na hora H. Tasuku não parece ter remorsos. Pelo contrário, leva seu “trabalho” com uma frieza assassina.  Por...
Afinal, qual é a graça de séries sobre comida?
Ler

Afinal, qual é a graça de séries sobre comida?

Um jovem e um velho estão sentados num balcão. A comida que pediram, duas tigelas de lamen, acaba de chegar. “Sensei” pergunta o jovem “O que se come primeiro? O caldo ou o macarrão? ” “Primeiro” responde o velho “Nós observamos. Pegue o hashi e acaricie...
Uma aventura no Japão #10: quem tem medo do teatro noh?
Ler

Uma aventura no Japão #10: quem tem medo do teatro noh?

Você já deve­ ter ouvido falar do noh, o mais famoso e pomposo dos teatros japoneses. Você já deve ter ouvido falar do noh, aquela ópera esquisita em que homenzarrões interpretam papéis femininos. Você já deve ter ouvido falar do noh, cujas máscaras parecem ...
Uma aventura no Japão #9: Sanja Matsuri: o festival dos yakuza
Ler

Uma aventura no Japão #9: Sanja Matsuri: o festival dos yakuza

Cidades não são apenas lugares. São também comunidades de pessoas, teias de rotinas, confusão. A “selva de pedra” não é feita só de concreto. É orgânica, como um ecossistema. Em Tóquio, a selva de pedra por excelência, isso fica evidente em seus festivais. E ...
Uma aventura no Japão #8: finalmente Hiroshima
Ler

Uma aventura no Japão #8: finalmente Hiroshima

Se você tivesse uma única oportunidade de ir ao Japão, que lugar que você não deixaria de visitar em hipótese alguma? Para mim e para minha esposa, a resposta sempre foi óbvia: Hiroshima. Existem lugares que todo historiador deve conhecer para fazer jus ao...
Profissionais do Cosplay: Kath Cavalcante
Ler

Profissionais do Cosplay: Kath Cavalcante

Nessa coluna, eu trago a vocês depoimentos daqueles que, de uma maneira ou de outra, se transformaram em “profissionais” do cosplay. Para alguns, foi uma atividade paralela, uma forma, muitas vezes, de custear os próprios trajes. Para outros, uma segunda vida ...
Uma aventura no Japão #6: os ninjas de verdade não eram como você imagina
Ler

Uma aventura no Japão #6: os ninjas de verdade não eram como você imagina

Em toda viagem, há muito a se ganhar saindo das rotas mais óbvias. Em qualquer momento da vida, há ainda mais a se lucrar abandonando pré-concepções simplórias. É isso o que me levou, nos meus dias de Japão, a explorar a obscura cidade de Iga. Seu nome pod...
Uma aventura no Japão #5: o tofu e o sake que você nunca conheceu
Ler

Uma aventura no Japão #5: o tofu e o sake que você nunca conheceu

Na minha última coluna, eu trouxe a vocês algumas das atrações mais badaladas (e zicadas) da antiga capital japonesa. Espero que com isso eu não tenha passado a impressão errada. Kyoto é uma cidade como poucas outras no mundo. Com um pouquinho de esforço – e ...
Uma aventura no Japão #4: a Kyoto que os guias não mostram
Ler

Uma aventura no Japão #4: a Kyoto que os guias não mostram

Ah, Kyoto! Patrimônio da humanidade. Paris do Oriente! Se você, como eu, é apaixonado pelo Japão, já teve ter ouvido que sua antiga capital é o lugar para se visitar. Se Tóquio é o templo da modernidade, Kyoto é a metrópole da tradição. Isso tudo é verdade, ...
Uma aventura no Japão #3: as esquisitices do mar que você PRECISA experimentar
Ler

Uma aventura no Japão #3: as esquisitices do mar que você PRECISA experimentar

Que o Japão é o país dos peixes todo mundo sabe. É preciso um amor particular pelos seres escamosos das profundezas para comê-los crus, das mais variadas formas. A geografia explica. Como deveria ser o caso de toda ilha (estou olhando para você, Irlanda), sua...
Uma aventura no Japão #2: os fantasmas de Yasukuni
Ler

Uma aventura no Japão #2: os fantasmas de Yasukuni

Esse artigo é parte de uma série. Para ver os demais, clique aqui. Alguns passeios são óbvios. Outros, nos fazem coçar a cabeça em desassossego. No Japão, esse é o caso do santuário Yasukuni. Trata-se de um templo dedicado aos heróis militares que mor...
Uma aventura no Japão #1: Tóquio pela primeira vez
Ler

Uma aventura no Japão #1: Tóquio pela primeira vez

O Finisgeekis está de volta! Nas últimas semanas, eu e minha esposa, a Vivian, tivemos a oportunidade de realizar um grande sonho e conhecer de perto a Terra do Sol Nascente. Para dois otakus como nós, foi uma experiência como nenhuma outra. Estamos cansad...
Por que “Nier: Automata” é uma narrativa tão marcante
Ler

Por que “Nier: Automata” é uma narrativa tão marcante

  (Aviso: contém SPOILERS de Nier: Automata) Dizer que Nier: Automata é um jogo excepcional já é quase chover no molhado. Seu criador, Yoko Taro, sempre foi conhecido por pensar fora da caixa, mas nenhuma de suas obras, até agora, chegou tão perto do r...
Revisitando “Solaris”: como o clássico de Lem mudou a literatura
Ler

Revisitando “Solaris”: como o clássico de Lem mudou a literatura

Existem pautas que nos pegam de surpresa, e outras que não aguentamos de vontade para colocar no papel. O texto de hoje é do segundo tipo. Qual foi minha surpresa ao navegar pelos canais da editora Aleph e descobrir que Solaris, clássico insuperável de Sta...
“Matéria Escura”: um romance perdido no uncanny valley
Ler

“Matéria Escura”: um romance perdido no uncanny valley

Você voltaria ao passado para consertar algum arrependimento? E se isso custasse abandonar a vida que tem hoje, com tudo o que trouxe de bom? Se tivesse de escolher entre viver oportunidades que deixou passar e tudo o que tem hoje, qual seria sua escolha? ...
“Game over?” Como os games tornam o fracasso viciante
Ler

“Game over?” Como os games tornam o fracasso viciante

Tudo o que vive está fadado a terminar. Com essas palavras começa Nier: Automata, o novo jogo de Yoko Taro que coleciona elogios. Meio JRPG, meio bullet hell; meio ruminação filosófica, meio tributo metanarrativo, o jogo nos força, a todo momento, a repen...
“Torment: Tides of Numenera”: o futuro dos RPGs é uma casa dividida
Ler

“Torment: Tides of Numenera”: o futuro dos RPGs é uma casa dividida

 Certa vez, assistindo à intro de Majora’s Mask, minha noiva fez o seguinte comentário: “Os jogos no passado eram mais mágicos.” “Por quê? ” eu perguntei. “Porque deixavam mais a cargo da imaginação.” Não dá para negar o argumento. Os Zeldas do N64 não f...
“Mangás, Animes e a Psicologia”: veja o que rolou no lançamento
Ler

“Mangás, Animes e a Psicologia”: veja o que rolou no lançamento

Ontem foi lançado um dos livros mais importantes da animesfera brasileira. Escrito por pesquisadores da PUC e otakus de carteirinha (olhem só seu vestuário), Mangás, Animes e a Psicologia faz uma ponte entre a cultura pop japonesa e o universo da psicologia. ...
4 livros para quem curte “Kuzu no Honkai”
Ler

4 livros para quem curte “Kuzu no Honkai”

Grande sucesso da temporada, Kuzu no Honkai tem colecionado elogios por nos apresentar uma história que não vemos todos os dias: um antirromance. Enquanto que muitos autores nos trazem amores açucarados e previsíveis, o anime se destacou por trazer personagen...
Carregar mais

Vinicius Marino

Autor
Historiador de formação, nipófilo em tempo integral, cosplayer nas horas vagas. Quando não está tocando seu violino ou escrevendo para o Finisgeekis, você pode encontrá-lo zanzando por convenções São Paulo e além. Provavelmente atrás de uma máscara.
Assine nossa newsletter
Receba todas as novidades do Finisgeekis no seu email
Postagens populares
Parceiros