Loading posts...
Uma aventura no Japão #6: os ninjas de verdade não eram como você imagina
Ler

Uma aventura no Japão #6: os ninjas de verdade não eram como você imagina

Em toda viagem, há muito a se ganhar saindo das rotas mais óbvias. Em qualquer momento da vida, há ainda mais a se lucrar abandonando pré-concepções simplórias. É isso o que me levou, nos meus dias de Japão, a explorar a obscura cidade de Iga. Seu nome pod...
Uma aventura no Japão #5: o tofu e o sake que você nunca conheceu
Ler

Uma aventura no Japão #5: o tofu e o sake que você nunca conheceu

Na minha última coluna, eu trouxe a vocês algumas das atrações mais badaladas (e zicadas) da antiga capital japonesa. Espero que com isso eu não tenha passado a impressão errada. Kyoto é uma cidade como poucas outras no mundo. Com um pouquinho de esforço – e ...
Uma aventura no Japão #4: a Kyoto que os guias não mostram
Ler

Uma aventura no Japão #4: a Kyoto que os guias não mostram

Ah, Kyoto! Patrimônio da humanidade. Paris do Oriente! Se você, como eu, é apaixonado pelo Japão, já teve ter ouvido que sua antiga capital é o lugar para se visitar. Se Tóquio é o templo da modernidade, Kyoto é a metrópole da tradição. Isso tudo é verdade, ...
Uma aventura no Japão #3: as esquisitices do mar que você PRECISA experimentar
Ler

Uma aventura no Japão #3: as esquisitices do mar que você PRECISA experimentar

Que o Japão é o país dos peixes todo mundo sabe. É preciso um amor particular pelos seres escamosos das profundezas para comê-los crus, das mais variadas formas. A geografia explica. Como deveria ser o caso de toda ilha (estou olhando para você, Irlanda), sua...
Uma aventura no Japão #1: Tóquio pela primeira vez
Ler

Uma aventura no Japão #1: Tóquio pela primeira vez

O Finisgeekis está de volta! Nas últimas semanas, eu e minha esposa, a Vivian, tivemos a oportunidade de realizar um grande sonho e conhecer de perto a Terra do Sol Nascente. Para dois otakus como nós, foi uma experiência como nenhuma outra. Estamos cansad...
[Aviso]: hiato para um café… e um ou dois onigiris
Ler

[Aviso]: hiato para um café… e um ou dois onigiris

  Queridos leitores, Essa semana o blog entra em pausa, pois estarei realizando um grande sonho: minha lua de mel na Terra do Sol Nascente! O Finisgeekis estará de volta no início de junho com um conteúdo super especial. Além dos artigos de que vocês t...
Por que “Nier: Automata” é uma narrativa tão marcante
Ler

Por que “Nier: Automata” é uma narrativa tão marcante

  (Aviso: contém SPOILERS de Nier: Automata) Dizer que Nier: Automata é um jogo excepcional já é quase chover no molhado. Seu criador, Yoko Taro, sempre foi conhecido por pensar fora da caixa, mas nenhuma de suas obras, até agora, chegou tão perto do r...
Revisitando “Solaris”: como o clássico de Lem mudou a literatura
Ler

Revisitando “Solaris”: como o clássico de Lem mudou a literatura

Existem pautas que nos pegam de surpresa, e outras que não aguentamos de vontade para colocar no papel. O texto de hoje é do segundo tipo. Qual foi minha surpresa ao navegar pelos canais da editora Aleph e descobrir que Solaris, clássico insuperável de Sta...
“Matéria Escura”: um romance perdido no uncanny valley
Ler

“Matéria Escura”: um romance perdido no uncanny valley

Você voltaria ao passado para consertar algum arrependimento? E se isso custasse abandonar a vida que tem hoje, com tudo o que trouxe de bom? Se tivesse de escolher entre viver oportunidades que deixou passar e tudo o que tem hoje, qual seria sua escolha? ...
“Game over?” Como os games tornam o fracasso viciante
Ler

“Game over?” Como os games tornam o fracasso viciante

Tudo o que vive está fadado a terminar. Com essas palavras começa Nier: Automata, o novo jogo de Yoko Taro que coleciona elogios. Meio JRPG, meio bullet hell; meio ruminação filosófica, meio tributo metanarrativo, o jogo nos força, a todo momento, a repen...