Loading posts...
Como “GRIS” usa a beleza para contar uma história
Ler

Como “GRIS” usa a beleza para contar uma história

O que faz a história de um game inesquecível? Essa é uma pergunta quase tão antiga quanto os games em si, que ganhou força na última década, depois de Roger Ebert, o grande crítico de cinema, declarar que “jogos nunca poderão ser arte”. Não foram pou...
Os donos do jogo: a guerra (nem tão fria) entre criadores e produtores
Ler

Os donos do jogo: a guerra (nem tão fria) entre criadores e produtores

Obsidian e Bethesda têm uma relação tempestuosa. Em 2010, a equipe da primeira, chefiada por Chris Avellone, lançou Fallout: New Vegas, um dos mais celebrados jogos da franquia. Seu publisher, a Bethesda, prometeu um bônus aos criadores se o jogo ultrapassa...
“Sono Toki, Kanojo Wa”: uma vida cabe em três minutos?
Ler

“Sono Toki, Kanojo Wa”: uma vida cabe em três minutos?

Dizem que quando morremos a vida inteira passa diante dos nossos olhos. Confesso que imaginar isso, para mim, sempre foi difícil. Uma vida inteira, em poucos instantes? E aqueles momentos que eu não quero revisitar? As filas de supermercado, as tardes perdi...
“Maquia”: o cinema Okada levado ao seu limite
Ler

“Maquia”: o cinema Okada levado ao seu limite

Alguns filmes nos dizem tudo o precisamos só de olhar suas fichas. P.A. Works é um estúdio conhecido pelos seus visuais deslumbrantes. Kenji Kawai, por suas trilhas sonoras comoventes. Mari Okada, pelos roteiros mais chorosos do mundo dos animes. Ao combina...
4 lições de game design de “Cultist Simulator”
Ler

4 lições de game design de “Cultist Simulator”

Fallen London (né Echo Bazaar), criado pela Failbetter Games,  é o melhor game de browser que já joguei na vida. Com ecos de Neverwhere, o jogo nos leva a uma Londres alternativa enterrada no centro da Terra, onde beefeaters londrinos dividem espaço com trafic...
“Satanie”: o inferno existe (mas não é o que você imagina)
Ler

“Satanie”: o inferno existe (mas não é o que você imagina)

Fabien Vehlmann e Kerascoët (nome artístico do casal Marie Pommepuy e Sébastien Cosset) são uma parceria de peso. Juntos, os três assinaram o macabro Jolies Ténèbres, fantasia sobre os demônios da natureza humana. Combinando uma imaginação cruel com um traç...
Anime x livro: “As Memórias de Marnie”
Ler

Anime x livro: “As Memórias de Marnie”

Anime x Livro tem como objetivo comparar romances da literatura com suas adaptações na telinha japonesa. A proposta é sair do fla-flu e esmiuçar essas séries (e livros) em detalhe.  Nos idos de 2014, o Studio Ghibli se despediu de seus fãs com um filme um t...
Anime x Livro: “Gankutsuou: O Conde de Monte Cristo”
Ler

Anime x Livro: “Gankutsuou: O Conde de Monte Cristo”

  Muitos animes são baseados em mangás. Outros tantos em games ou visual novels. Mas existem também aqueles baseados em livros. E não digo apenas as light novels tão populares na Terra do Sol Nascente. Mas romances "inteiros", para o público infanto-juv...
15 anos de “Princess Tutu”: 3 curiosidades sobre a série que você não conhecia
Ler

15 anos de “Princess Tutu”: 3 curiosidades sobre a série que você não conhecia

Existem séries que o tempo maltrata. Outras, como um vinho de guarda, parecem só melhorar com o tempo. Princess Tutu, terminada há 15 anos, sem dúvida pertence ao segundo grupo.  Criado por Ikuko Ito e Junichi Satou, dois veteranos de Sailor Moon, o anime se ...
“Make Leeds Medieval”: voltando à Idade Média nos confins da Inglaterra
Ler

“Make Leeds Medieval”: voltando à Idade Média nos confins da Inglaterra

"Medievalista" é o nome que damos àqueles entusiastas da Idade Média que fazem de tudo para reviver o período: LARP, feiras de época, banquetes medievais com direito a hidromel. Também é o nome que damos aos historiadores especializados em Idade Média. Para e...