Café com Anime: “Happy Sugar Life” episódio 10

Bem vindo ao Café com Anime, sua dose semanal de bom papo e animação japonesa!

Nessa temporada, o Finisgeekis, Anime21, Dissidência Pop e É Só um Desenho discutem Happy Sugar Life.

Depois do balde de água fria do último episódio, será que o anime continuará encarando o abismo? Ou será que a loucura de Satou finalmente cobrará seu preço?

Confiram:

booker finisgeekis 1Vinicius Marino

E acho que com isso todas as peças se completam não?

Sabemos o passado da Satou e do Asahi. O que aconteceu com a mãe deles. O que levou a mãe a abandoná-los – e a Satou, a tornar-se sua guardiã. Happy Sugar Life entra em sua reta final, e nós só temos a especular sobre o futuro.

O “castelo” finalmente foi destruído, e Satou e Shio, expostas ao mundo, precisarão encontrar um outro. O que vocês acharam desse desenvolvimento?

diego gonçalvesDiego

Vou dizer que depois da semana passada, ver Happy Sugar Life vai ser uma experiência complicada… Fiquei o episódio todo esperando alguma coisa dar muito errado, mesmo que pelo que o Vinicius falou na semana passada o “pior” já passou :smile:

Bom, seja como for, de fato o episódio fechou essencialmente todas as pontas que ainda havia com relação ao passado dos personagens. Daqui nos encaminhamos para o final de fato. Por um lado, esse episódio foi recheado de ótimos momentos.

Eu gosto como a Satou fica altamente atordoada depois de ter matado a Shouko, mostrando que ela não é bem uma completa sociopata sem emoções, e que fazer algo do tipo a afetou de alguma forma. A Shio honestamente me pareceu um pouco madura demais pra uma menina de… o que, 4 anos? Mas ainda rendeu alguns bons momentos.

buniiito4Fábio “Mexicano”

Concordo com o Diego: ver a Satou arrasada depois de matar a ex-amiga fez ela ganhar muitos pontos comigo. Continua sendo uma assassina, sequestradora e pedófila, mas “ninguém é perfeito”, né? :smiley:

Ok, ela é um pouco imperfeita demais para viver em sociedade. Mas a sociedade de Happy Sugar Life parece ser especialmente projetada para criar pessoas incapazes de viver em harmonia e segurança com outras pessoas, como temos notado ao longo de toda a série. Isso não exime Satou de suas culpas, apenas coloca o verdadeiro problema em perspectiva.

É triste ver tantas pessoas que no fundo são boas, que fariam o bem para outras pessoas, vitimadas pela ciranda de loucura e depravação desse mundo. Shouko, Asahi, Taiyou, a mãe da Shio, além da própria Shio e, claro, a Satou, todos no fundo poderiam ter sido boas pessoas e mereciam essa chance. Mereciam ter vivido vidas felizes. Mas, para cada um por um conjunto diferente de circunstâncias que se entrelaçam, isso não foi ou não será possível.

booker finisgeekis 1Vinicius Marino

Eu concordo com o Diego. Também achei a Shio madura demais para uma criança. E acho que isso me atrapalhou mais do que deveria.

Quando li o mangá, atribui o diálogo pouco natural a uma possível tradução mal feita. Bom, a do anime de fato parece melhor, embora eu não tenha nível suficiente de japonês para checar tudo frase a frase.

buniiito4Fábio “Mexicano”

Não dizem (não sei se dizem, minha cabeça pode estar me enganando agora) que crianças expostas ou vítimas de violências e tragédias amadurecem mais cedo?

Eu entendo que pelo menos parte do comportamento da Shio nesse episódio pode ser explicada como reativo, motivado pelo medo de acabar abandonada de novo. Ela é só uma criança e instintivamente sabe que não pode sobreviver sozinha.

O que realmente me pareceu maduro demais foi sair da boca dela que se sente sendo tratada como uma boneca. Não imagino uma criança tão nova com essa capacidade de raciocínio abstrato. Ela tem que ter escutado isso em algum lugar antes.

booker finisgeekis 1Vinicius Marino

Exatamente! Foi conveniente demais. A impressão que me passou foi que o roteirista queria porque queria esse diálogo e o enfiou na boca da Shio mais por necessidade que por plausibilidade.

Eu não me incomodaria se a Shio se revelasse bem madura para a idade. (Aliás, nem tenho certeza de quantos anos exatamente ela tem. Isso já foi falado? Enfim). O problema é que achei muito drástico esse discurso ter surgido justamente agora, enquanto que ainda no início do episódio ela agia e falava quase como uma neném. Que trauma é esse que causa um amadurecimento no curso de um único dia?

cat ultharGato de Ulthar

Esse amadurecimento da Shio me parece muito aquele problema típico da indústria dos animes, que eles estão sendo feitos por pessoas sem ou com pouca vivência social. Só isso pode nos dar uma criança de 4 anos maduras nesse ponto da Shio. O amadurecimento que um abuso sexual ou psicológico dá não é dessa forma que se manifestas, é um amadurecimento de atos sexuais, como se masturbar, falar sacanagens, tocar partes sexuais delas mesmas e de outros.

Mas enfim, foi bastante conveniente para a Satou ver que não pode convencer a Shio da mesma maneira que vinha fazendo deste então. O engraçado é que agora ela realmente admitiu para a Shio que matou alguém e precisavam fugir, e mesmo que a menina não entendesse o que é matar alguém, é algo bastante asqueroso a naturalidade dessa relação.

buniiito4Fábio “Mexicano”

Eu entendo que a forma como a Shio se preocupa com os outros e tenta fazê-los se sentir melhor, fisicamente inclusive, é exatamente essa forma de amadurecimento precoce que você descreveu, Gato.

cat ultharGato de Ulthar

Nesse aspecto eu até posso admitir isso, mas no que concerne a discussão dela com a Satou sobre ela ser apenas uma boneca, isso me soou forçado.

buniiito4Fábio “Mexicano”

Sim, boa parte do que ela falou foi avançado demais para a idade. Ela simplesmente não tem conhecimento o bastante nem inteligência emocional o suficiente para dizer aquelas coisas.

booker finisgeekis 1Vinicius Marino

Agora, uma reação que que considerei spot-on foi a cena da Shio sendo abandonada pela mãe. É uma situação absurda, mas que corresponde tão bem a um medo fundamental das crianças que chega a ser honesta.

Levante a mão quem nunca teve medo de ser abandonado pelos pais na infância. E não digo apenas “perder” os pais ou ser posto para adoção, mas ser largado no canto, sem aviso, como foi a Shio nesse episódio. É um tema super comum também em contos de fada, não sem motivo.

buniiito4Fábio “Mexicano”

Concordo. Esse episódio foi excelente para demonstrar, de forma não muito sutil, que para a Shio a Satou é substituta da mãe.

diego gonçalvesDiego

De fato, embora eu diria que isso já estava bastante claro há um bom tempo já.

cat ultharGato de Ulthar

Eu não sei se eu sou o diferente, mas não me lembro de ter tido qualquer medo infantil sobre ser abandonado pelos meu pais. Mas de fato, essa cena foi bem construída para contextualizar o que a Shio sente pela Satou.

Achei curioso a maneira que a menina encontrou para simbolizar o desespero psicológico da mãe, que é justamente aquele papo de que o jarro vai quebrar e a sua mãe vai morrer.

Essa cena me deu uma sensação estranha, pois imagino a mãe dela, que já não batia muito bem da cabeça, começar a ficar ouvindo da filha que ela está quase quebrando e precisa ser remendada, isso devia ter assustado ela em demasia.

booker finisgeekis 1Vinicius Marino

Pois é. Taí outro ponto que me agradou. O anime deixou bem claro que a relação da Shio com a mãe foi um ciclo vicioso do diabo. A mãe complicava as coisas para a filha, cujas ações pioravam o trauma da mãe, que ficava ainda mais pirada, e judiava ainda mais da Shio…

Uma cena que ilustrou isso bem foi a tomada do caminhão. A Shio quer agradar sua mãe, então cruza a rua para chegar à loja. Mas ela não vê o caminhão, e causa o susto da vida da sua mãe. De quem é a culpa? Não pode ser só dela, já que ela mal saía de casa e não foi educada sobre os perigos do trânsito.

Então a mãe resolve prender a filha em casa, o que soa uma ótima ideia até que pensemos nela por mais de 5 segundos. Enfim, é uma espiral do desespero.

Deixem-me fazer uma pergunta, agora: vocês gostaram disso? Ou prefeririam um drama mais “redondo”, com responsabilidades mais definidas? Como o pai da Shio e do Asahi, que é apresentado como um inequívoco FDP.

diego gonçalvesDiego

Eu acho que há uma responsabilidade mais definida aqui: é do pai. Foi ele quem “quebrou” a mãe da Shio para começo de conversa (psicologicamente tanto quanto fisicamente), e ela essencialmente reproduz seu abuso em momentos de alto estresse. É verdade que entre o par Shio e sua mãe não há uma culpa clara, mas esse par não existe no vácuo :stuck_out_tongue:

buniiito4Fábio “Mexicano”

A mãe da Shio comenta sobre seus próprios pais, e não consigo deixar de pensar que o casamento foi contra a vontade deles e a abandonaram por isso. O refúgio número um para mulheres que se separam de seus maridos é a casa de seus pais, mas isso parece nem passar pela cabeça dela.

Claro que tem o medo de ser encontrada em jogo também, mas ela podia pelo menos entrar em contato para pedir algum tipo de suporte. Acho que essa menção aos pais serve para, mais uma vez, Happy Sugar Life dizer que as coisas não são tão simples, e que a própria sociedade está fundamentalmente quebrada. A culpa objetiva é do pai, claro, mas em outras circunstâncias elas não sofreriam tanto, mesmo que ele fosse igualmente violento.

cat ultharGato de Ulthar

Eu apreciei essa loucura crescente da mãe, é algo que fez sentido se analisarmos o contexto de sua história. Já fiquei surpreso por ela ter levado apenas a Shio, pois não era impossível fugir com o filho também, ele até ajudaria a cuidar da irmã menor.

O problema que é mão deles não era uma pessoa “funcional” estritamente falando, nem dá para saber se ela tinha dinheiro, se conseguiu trabalhar ou se era uma doida varrida em tempo integral. Penso que ela já fugiu do lar quebrada e apenas acabou-se por se espatifar por completo.

booker finisgeekis 1Vinicius Marino

Já que o Gato mencionou o Asahi, o que vocês acham daquela tomada no fim? Asahi arrastando um taco de beisebol na rua, com sangue nos olhos?

cat ultharGato de Ulthar

Será que é um flashback no qual ele matou a mãe depois que ele descobriu que ela abandonou a Shio?

Ou ele arrebentou a cabeça do loirinho pedófilo?

Pode ser muitas coisas.

Ou ainda ele quer arrebentar a cabeça da Satou e salvar a Shio?

diego gonçalvesDiego

Eu interpretei ele indo em direção à Satou mesmo. Mas considerando o quanto todo personagem nesse anime é mentalmente quebrado, não duvido de nenhuma das opções do Gato :stuck_out_tongue:

booker finisgeekis 1Vinicius Marino

Gosto do Gato porque ele tem as ideias mais depravadas :stuck_out_tongue_closed_eyes: Daqui a pouco vamos descobrir que ele matou a mãe, o pai e está procurando a Shio para terminar o serviço…

cat ultharGato de Ulthar

Creio que as minhas ideias são as mais realistas se levarmos o contexto do anime? :stuck_out_tongue:

buniiito4Fábio “Mexicano”

Imagine só se descobrimos que ele vive com o cadáver de sua mãe – porque ele queria “viver com ela”, não queria?

Mas ela abandonou a Shio e estava no geral bastante pirada. Mas não acho que seja o caso. Ele esperou pacientemente até que o pai se matasse em sua vida de vício antes de sair de casa. Claro que pode ter tido um momento de fúria depois, mas enfim. A cena pareceu ser no presente de todo modo, com o celular na mão e a foto que a Shouko tirou e tudo mais.

booker finisgeekis 1Vinicius Marino

Bom, se vocês não acham que ela seja um assassino, vocês acham que ele é capaz de ser? Digo, vocês acham que ele tem os colhões para tanto? Até agora, ele não foi exatamente a personagem mais decidida da série. Pelo contrário, ele apanha do começo ao fim.

buniiito4Fábio “Mexicano”

Eu acho que ele é capaz, mas ainda é “verde” e pode hesitar por causa disso. Contra a Satou, hesitar seria fatal.

diego gonçalvesDiego

Para proteger a Shio? Não duvido nada. Aparentemente a garota é um imã de malucos, tadinha

cat ultharGato de Ulthar

Tudo é possível, um animal acuado pode se tornar muito perigoso, não duvido que ele ataque a Satou por exemplo, mesmo que hesite inicialmente.

E deu para ver que ele também é bastante fixado na Shio. Por incrível que possa parecer, ela deve ter alguns feromônios que atraem psicopatase malucos de toda sorte.

booker finisgeekis 1Vinicius Marino

Vamos ver o que acontece com esse animal acuado então. Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *