Café com Anime: “Cardcaptor Sakura: Clear Card Hen” episódio 10

Bem vindo ao Café com Anime, sua dose semanal de bom papo e animação japonesa!

Nessa temporada, o Finisgeekis, Anime21, Dissidência Pop e É Só um Desenho discutem Cardcaptor Sakura: Clear Card Hen.

décimo episódio não supera o incrível combate da semana passada. Mesmo assim, Sakura e seus encontram um desafio a altura, com labirinto escherianos, stunts de patinação e novos mistérios sobre a sua mãe. Confiram abaixo!

booker finisgeekis 1Vinicius Marino

É como diz o ditado, meus amigos. Ou se morre como cânone, ou vive-se o bastante para se tornar easter egg.

Sakura parece ter jogado um osso aos fãs de A Carta Selada. Pessoalmente, gostei da “homenagem”. Bem poderiam trazer de volta Arigatou,  uma das canções mais doces de toda a franquia.

cat ultharGato de Ulthar

Um bom episódio, com direito a uma captura dupla, além de mais um pouco das acrobacias da Sakura. Curioso ver como a Akiho se parece muito com a Sakura, até mesmo em relação aos alimentos que desgostam.

Pois é, me lembrei também do filme da carta selada, uma referência bem inusitada.

diego gonçalvesDiego

Deve fazer bem uns dez anos que não vejo o filme da carta selada, então o easter egg passou voando pela minha cabeça kkkk.

Ao menos agora entendo porque as imagens estavam em wide screen lol. Sobre o episódio em si, foi ainda outro bem gostosinho de assistir. Mas achei interessante a Sakura capturar a carta Labirinto. Quem leu o mangá, sabe dizer se essa era uma carta original ou uma filler do anime? Em todo caso, quem mais ficou com a impressão de que o Kaito é que está por trás de tudo ao final do episódio? XD

buniiito4Fábio “Mexicano”

Eu NUNCA VI A Carta Selada, então com certeza a referência passou reto por mim :smile: Mas se encaixou bem com o resto do episódio, então tá ótimo!

Em todo caso, que episódio fofo, que anime fofo, credo, vou morrer sufocado com tanta fofura :stuck_out_tongue:

Definitivamente parece que o anime quer que relacionemos a Akiho à mãe da Sakura, não é? Em um mesmo episódio a Sakura convenientemente encontra uma foto de sua mãe que não conhecia, e é dela adolescente – e se tivesse os cabelos curtos e fosse um pouco mais nova, seria a cara da Akiho -, depois a dinâmica toda entre elas do começo até o fim do episódio as faz muito parecidas, e por fim vem os detalhes mais especificamente maternos: a Akiho é muito interessada em coisas sobre a Sakura, as roupas que veste, a peça que ela fez, e a Sakura por sua vez estava muito ansiosa com o que a Akiho iria achar da comida dela, e, tendo gostado, ficou aliviada.

O que significa toda essa semelhança da Akiho com a mãe da Sakura, o que pode explicar? Não sei.

E Kero, concordo, é muito chato quando isso acontece…

booker finisgeekis 1Vinicius Marino

Essa foto com certeza entregou. Sakura nunca foi um romance policial ou nada do tipo, mas mostra uma atenção desmedida aos detalhes. Lembram-se do banco alguns episódios atrás, usado para mostrar como a Sakura havia crescido?

Akiho e Nadeshiko de fato estão relacionadas. Eu voto na teoria da reencarnação. É algo que está dentro do que já a CLAMP já aprontou no passado. Na série original, a mãe da Sakura frequentemente aparecia como fantasma. Vai ver ela encontrou (ou precisou encontrar) uma forma nova de ficar de olho na família.

buniiito4Fábio “Mexicano”

Para ser reencarnação, ela precisaria nascer antes de ter morrido :stuck_out_tongue:

Um pai pode morrer antes de um filho nascer, mas uma mãe não.

Como a Akiho tem a idade da Sakura…

(Eu sei que CLAMP sempre acha um jeito, só estou afirmando o óbvio – não é algo natural)

booker finisgeekis 1Vinicius Marino

Segundo a Wiki, Nadeshiko morreu aos 27 anos (minha idade!) quando a Sakura tinha três anos e o Touya, 7. Daí que ou a Akiho é três anos mais nova que a Sakura (pouco provável, pois estão na mesma sala), ou ela é uma projeção/corpo emprestado/clone ou alguma outra bizarrice digna de Tsubasa.

Seria curioso ver o que o Touya pensa disso. Ele foi muito mais próximo da mãe do que a Sakura. Por ser mais velho, de fato a conheceu e tem memórias de seus anos de vida.

cat ultharGato de Ulthar

Bom, pensando com os meus botões, lembrei do famigerado Tsubasa RESERVoir CHRoNiCLE. Lembram do vilão do anime? Fei Wang Reed? Ele era uma espécie de reencarnação do mago Clow, ou mais acertadamente, sentimentos que criaram vida.

Qual a possibilidade da Akiho também ser um clone da mãe da Sakura nestes moldes, formada pelos sentimentos dela? A reencarnação no multiverso CLAMP é mais complicada do que parece, somente o mago Clow fez isso, e nem foi uma reencarnação “stricto sensu”, ele usou sua magia para se dividir em dois.

Pelo que me lembro, sempre foi afirmado nas obras da CLAMP que os mortos não voltavam a vida nem por reencarnação, no máximo há uma cópia de cada pessoa em cada dimensão distinta. Quem sabe a Akiho seja uma cópia da Nadeshiko de uma outra dimensão? Há também a questão dos clones, e sabemos que a CLAMP usou e abusou deste conceito.

Também é possível que a Akiho seja um clone da mãe da Sakura, criado com um objetivo ainda obscuro.

diego gonçalvesDiego

Tudo isso são ideias interessantes, Gato, mas que me parecem muito fora do normal para o que o anime vem nos mostrando até aqui. Se for qualquer um desses casos, vai fugir legal ao “feels” da série até agora. Ainda acho que no fim as semelhanças entre a Akiho e a mãe da Sakura vão se provar ou coincidências, ou que ela talvez seja de algum galho distante na árvore familiar da Sakura.

cat ultharGato de Ulthar

Eu também acho minhas ideias um pouco fora do contexto, mas especular é sempre bom né? Eu na verdade nem quero que o anime se enverede para uma vibe Tsubasa RESERVoir CHRoNiCLE.

buniiito4Fábio “Mexicano”

A possibilidade dela ser só uma parente é interessante.

booker finisgeekis 1Vinicius Marino

Falando agora dos combates, eis que o episódio também não nos decepcionou. A cena de captura não foi tão excitante quanto a do episódio passado, mas o cenário Escheriano deu o que falar.

Achei curioso como a Sakura pegou gosto pela carta Gravitation, quando a utilidade que tira dela poderia ser suplantada pela Flight. Aquela ideia de usar o Kero como isca foi mesmo necessária? A mim me pareceu que ela poderia só ter usado a Flight para mergulhar em direção a ela.

Sakura parece uma personagem daqueles games que te dão pontos não só por derrotar inimigos, mas por fazer combos legais :grin:

buniiito4Fábio “Mexicano”

Só consigo acreditar que a Sakura opera de maneiras misteriosas, inescrutáveis por meros mortais.

diego gonçalvesDiego

Talvez seja uma questão de controle. A Gravitation te puxa em linha reta numa velocidade alta, enquanto que a Flight você provavelmente precisa controlar direção, velocidade e tudo mais. Quando você só quer ir do ponto A ao ponto B, a Gravitation parece mais fácil, eu acho XD

cat ultharGato de Ulthar

A Gravitation realmente parece ser uma carta mais versátil, permitindo múltiplos usos.

Talvez naquela situação, voar não seria uma boa ideia, afinal de contas, naquele ambiente noções de para cima ou para baixo se misturavam de uma maneira caótica, assim, seria muito difícil controlar o vôo naquelas condição, e como o Diego disse, a Gravitation simplesmente puxa a Sakura para o destino, evitando que ela se perca naquele ambiente estranho.

E já havia uma carta Labirinto na obra original. Interessante fazer o paralelo com essa das novas cartas transparentes. A carta clássica construía um labirinto tradicional, como os que conhecemos, já a nova cria uma estrutura que desafia as leis da física.

booker finisgeekis 1Vinicius Marino

Eu fico me perguntando: será que a Gravitation só puxa a Sakura? Seria muito mais fácil usá-la para puxar a própria Snooze e travá-la no lugar. Algo como a magia Gravitic Ring no RPG Dragon Age 2.

Enfim, não é como a Sakura tivesse muito a perder. Os bons tempos em que sua vida pendia na balança já passaram. Quem se lembra da carta Disparo, que (literalmente) dava tiros em todo mundo? Ou da carta Espada, que possuiu a Rika e saiu fatiando Tomoeda a torto e a direito?

Resultado de imagem para sakura sword rika

diego gonçalvesDiego

Eu não. Pelo visto Cardcaptor Sakura era bem mais hardcore do que eu lembrava :smile: Mas em toda seriedade, lembro de ouvir falar que o anime tinha bem mais ação que o mangá original. Se esse anime novo for parâmetro do que é o mangá, dá pra entender a colocação.

Enquanto Clear Card vem tendo diversas cenas bem movimentadas e capturas dinâmicas das cartas, falta à obra uma sensação de risco, de que algo maior está em jogo. Até aqui, a Sakura só me pareceu verdadeiramente em perigo no primeiro episódio, enfrentando a carta Gale, e no episódio do aquário, enfrentado a Spiral.

buniiito4Fábio “Mexicano”

Não ter risco constante valoriza os momentos em que realmente houver risco, não é? Talvez simplesmente seja melhor assim, ainda mais considerando que o anime é curto comparado ao antigo. Ele vai ter um arco final, e ele será bem rápido.

booker finisgeekis 1Vinicius Marino

Eu acho que é aqui que fãs e detratores divergem. Pelo que captei conversando com outros que estão assistindo, esse é o principal problema da série. Sakura não tem uma sensação de perigo, nem no longo prazo – na figura de um vilão ou cataclismo às sombras da Sakura – nem no curto, com cartas que de fato colocam os jovens em risco.

A série original triunfou dos dois quesitos. A “destruição do mundo” insinuada pelo Kero serviu como ameaça global, e as capturas eram muito mais frenéticas.

Nós sabíamos que a Sakura sempre ia “vencer”, mas o roteiro nunca falhava em mostrar que alguma coisa estava em jogo. No episódio da carta The Sleep, por exemplo, Sakura acaba quebrando o laptop do pai, onde estava o único back-up da sua pesquisa.

Eu não sinto nada próximo disso em Clear Card. E, embora não esteja bravo com a série por conta disso, é algo que me faz falta. Eu sei que, no final das contas, alguma coisa vai acontecer. (O Fábio deu spoilers a todos nós, que no interesse coletivo eu esconderei dos leitores). Mas bem que a trajetória poderia ser mais interessante.

buniiito4Fábio “Mexicano”

Desculpa, foi meio sem querer, eu tomei spoiler também e quando compartilhei não sabia que tinha spoiler (mas confesso que fiquei puto e depois quando descobri que tinha spoiler não fiz nada pra alertar, LOL) :sweat:

De volta ao tema, eu entendo quem sinta necessidade de uma sensação de perigo, mas eu não sinto. Estamos acostumados com animes do gênero em que, com alguma frequência, tudo está em risco o tempo todo e é palpável, o espectador quase consegue sentir isso em sua própria pele. Mas nem todos são assim, e nem sempre foi assim, eu gosto desse tipo de garota mágica também, mais leve, meio slice of life, que serve ao desenvolvimento da garota mágica muito mais do que à salvação do mundo.

Ou alguém acha que nem para isso Sakura Clear Card está servindo?

cat ultharGato de Ulthar

Acho que eu fui o único que não li os spoilers daqui! :stuck_out_tongue:

 

buniiito4Fábio “Mexicano”

Eu acho que vou ler de novo para me penitenciar :frowning:

 

cat ultharGato de Ulthar

Não sei se adianta de algo…

Mas falando anime, eu não estou sentindo a falta de um perigo iminente, pois eu sempre soube que Sakura nunca correu e provavelmente nunca correrá um perigo muito sério com um vilão super malvado. Pode ser em Clear Card as coisas mudem um pouco, quem sabe né?

Como slice-of-life não tenho do que reclamar.

booker finisgeekis 1Vinicius Marino

O que mais me faz falta não é a ação, mas o sentimento de que a vida dessas personagens está indo para algum lugar. A série original conseguiu usar a história das cartas como pano de fundo para coisas maiores.

Tivemos Sakura descobrindo o amor, as tensões entre Fujitaka e Sonomi postas em claro, a confusão do Shoran com sua sexualidade (quando Yukito entrou em cena), Touya ficando amigo da carta Espelho, lavando roupa suja com a Profa. Mizuki, salvando o Yukito, etc.

Já em Clear Card tivemos…o quê? Ok, Shoran se tornou grandinho. Chamou a Sakura para sair. Começa, enfim, a vencer seu complexo de inferioridade. Ele é uma personagem que de fato evoluiu. Mas de resto? É como se o elenco tivesse parado no tempo, como aqueles NPCs de videogame que nunca saem da mesma rotina.

diego gonçalvesDiego

Eu só queria deixar claro que quando mencionei a questão de Sakura, ao menos Clear Card, não ter tando uma sensação de perigo eu não realmente quis colocar isso como um defeito per se.

Eu entendo porque alguém não gostaria, totalmente, mas eu estou bem de boas com essas histórias mais mundanas e “paradas” que eventualmente se coroam com um singelo show off visual rsrs. Mas pegando pelo que o Vinicius falou, de fato há muito pouco “acontecendo” na história até agora.

Talvez seja a sina de uma continuação de uma história que já tinha se encerrado: é difícil saber realmente para onde levá-la.

booker finisgeekis 1Vinicius Marino

Pois é…

Reviso o que disse no começo. Ou se morre uma franquia aclamada ou vira-se um slice-of-life.

E com essa ficamos por aqui. Até a próxima semana! E, se nada mais, que nos divirtamos bastante no percurso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *